segunda-feira, 15 de junho de 2009

CAMPEONATO BRASILEIRO 2009 - 6ª RODADA

SÉRIE A

São Paulo 1 x 1 Santo André
Sport 0 x 1 Atlético Paranaense
Botafogo 2 x 0 Santos
Coritiba 5 x 0 Flamengo
Fluminense 0 x 0 Grêmio
Goiás 0 x 0 Corinthians
Atlético Mineiro 3 x 0 Náutico
Internacional 0 x 0 Vitória
Palmeiras 3 x 1 Cruzeiro
Barueri 3 x 1 Avaí

SÉRIE B

Ipatinga 0 x 3 Portuguesa
Brasiliense 3 x 0 Bahia
Paraná 3 x 3 Ceará
Fortaleza 3 x 2 Juventude
Guarani 0 x 0 Vasco
São Caetano 0 x 2 Ponte Preta
Atlético Goianiense 3 x 2 Figueirense
Duque de Caxias 4 x 1 América
ABC 1 x 0 Vila Nova
Bragantino 3 x 2 Campinense

Olá amigos do FUTEBOLA!

A 6ª rodada do Brasileirão deixou um novo time na ponta da tabela. Com uma vitória convincente por 3 a 0 sobre o Náutico, o Atlético Mineiro é o novo líder do Nacional. Outros fatos interessantes como mais uma vitória do Palmeiras em casa, a primeira vitória do Botafogo no torneio e o golaço de Marcelinho Carioca, no Morumbi, foram destaques. O que marcou a rodada, porém, foi a humilhante goleada que o ex-lanterna Coritiba aplicou sobre o Flamengo. O clima na Gávea essa semana será pesadíssimo e o próximo duelo do Rubro-negro carioca é contra o Internacional.

Vamos aos destaques das partidas que eu consegui assistir:

Guarani 0 x 0 Vasco – Brinco de Ouro, Campinas (SP)
Botafogo 2 x 0 Santos – Engenhão, Rio de Janeiro (RJ)
Coritiba 5 x 0 Flamengo – Couto Pereira, Curitiba (PR)
Palmeiras 3 x 1 Cruzeiro – Palestra Itália, São Paulo (SP)

MANDOU BEM!

- Depois de um bom tempo o atacante vascaíno Alex Teixeira conseguiu fazer uma boa partida. Após o intervalo, já sem Carlos Alberto, expulso, Alex foi o principal organizador das jogadas ofensivas vascaínas. Sempre pela ponta direita, o atacante cruzmaltino levou muita vantagem sobre o sistema defensivo do Guarani e de seus pés saíram três excelentes oportunidades para o Vasco abrir o placar. Acredito que Alex Teixeira pode ser muito importante nesta longa caminhada que o Vasco terá rumo à elite do Brasileirão e, se esse ano ele ainda está devendo (na realidade ele já está devendo desde o ano passado), tomara que está apresentação contra o Bugre tenha sido o pontapé inicial para ele mostrar o futebol que muitos esperam dele.

- Não sou daqueles que dizem que o time do Botafogo é de nível de 2ª divisão ou de apenas “brigar para não cair”. O que acredito que esteja acontecendo é que as recentes perdas de Maicosuel e Reinaldo estão fazendo muito efeito. Nesta tentativa de reorganizar a equipe alvi-negra, Ney Franco parece ter ganhado uma excelente peça. A atuação do volante Batista, contra o Santos, foi muito boa. Muito seguro defensivamente, Batista apareceu muitas vezes no ataque, não só com passes, mas também com chutes. Para uma equipe que atua com apenas um meia (Lúcio Flávio), um jogador como o Batista, que ataca e defende, é essencial. Só resta saber se ele manterá, por mais 30 rodadas, este alto nível apresentado.

- Eficiência é a palavra que descreve a atuação do Coritiba contra o Flamengo. Enquanto a equipe carioca teve maior posse de bola e o máximo que conseguia era entrar em impedimento, o Coxa deu um verdadeiro show de como decidir jogadas. E tem mais! O Coritiba conseguiu organizar jogadas de tudo quanto era maneira. O lateral-direito Rodrigo Haffner deu um drible desconcertante em Juan e cruzou para Welinton empurrar a bola para o fundo do próprio gol, pelo lado esquerdo, o lateral Guaru também deu uma ótima assistência, o atacante Ariel (absurdamente injusta sua expulsão) fez bom trabalho de pivô no gol do Marcos Aurélio e o Renatinho mostrou sua velocidade no lance do quarto gol paranaense. O Coritiba deu um verdadeiro show de variedade e eficiência ofensiva.

- Em minha opinião o Palmeiras é um dos times brasileiros com maior quantidade de jogadores de alto nível. Tem o goleiro São Marcos, o contundido zagueiro/volante Edmílson, o incansável Pierre, o dinâmico Diego Souza, o criativo Cleiton Xavier e o habilidoso matador Keirrison. Quando dois deles se destacam, dificilmente a equipe verde perde e, no duelo contra o Cruzeiro, uma vez mais as assistências de Cleiton Xavier e os gols de Keirrison deram a vitória para o Verdão. A capacidade que o camisa 10 palmeirense Cleiton Xavier possui para deixar seus companheiros na cara do gol é muito grande, como foi por exemplo no perfeito cruzamento para Marcão empatar a partida (mesmo que a bola cabeçada não tenha ultrapassado a linha) e no lance do último gol do Keirrison onde Cleiton Xavier deixou-o na cara do gol. Já o centroavante Keirrison consegue mesclar um grande oportunismo, como no já citado último gol, e uma qualidade técnica para fazer lances raros. O chute que ele acertou no gol da virada palmeirense é daqueles para ser mostrado ao final do campeonato como símbolo de futebol-arte. Sensacional! A missão agora é mais difícil, contra o Nacional do Uruguai, fora de casa. Que os craques do Verdão estejam inspirados.

MANDOU MAL!

- Até acredito que a expulsão do vascaíno Carlos Alberto tenha sido injusta. O primeiro cartão amarelo recebido pelo meia, porém, foi outra vez por reclamação. Como líder da equipe, Carlos Alberto não pode ficar se dando ao luxo de praticamente todo jogo levar um cartão amarelo por ficar discutindo com a arbitragem. Se ele observar bem as atuações do Vasco quando ele não está em campo, irá notar como é prejudicial para a equipe quando ele, por motivos bobos, está impedido de jogar. Ele, e ultimamente toda a equipe, devem retirar da cabeça esta idéia de que a arbitragem está prejudicando o Vasco propositalmente. Isso não pode virar uma desculpa para o fraco desempenho da equipe.

- Vasco e Guarani é daqueles jogos conhecidos como “de 6 pontos”. Acredito que ambos os times irão brigar pela vaga na Série A do ano que vem e, como em campeonato de pontos corridos a 1ª rodada vale o mesmo que a última, uma vitória nesta partida seria muito importante para ambos os times. Se ainda levarmos em consideração que o jogo era em Campinas, uma vitória vascaína seria excelente, e o time teve condições de vencer. Por que então não venceu? Falha nas conclusões. Em todas as três jogadas criadas por Alex Teixeira que citei anteriormente, o Vasco concluiu mal com, Edgar, Paulo Sérgio e o próprio Alex. Jefferson e Ramón foram os outros vascaínos que também desperdiçaram ótimas oportunidades. Resta agora “trabalhar durante a semana”, como dizem 9 em cada 10 jogadores, para que isso não se repita muitas vezes.

- Por falar em gols perdidos, a dupla de ataque botafoguense também vem deixando muito a desejar. Victor Simões e Tony não estão conseguindo mostrar o bom futebol que apresentaram no Campeonato Carioca. Não que eles estejam perdendo inúmeros gols na cara dos goleiros, apesar de que nesta partida contra o Santos o Tony perdeu um na pequena área, porém quando o Botafogo consegue criar uma boa trama ofensiva que termina nos pés de um deles, o resultado não tem sido bom. Acredito que até esteja faltando um pouco de sorte aos atacantes alvi-negros, mas como disse um dos maiores jogadores de golfe de todos os tempos, Tiger Woods: “Quanto mais eu treino, mas sorte eu tenho”.

- O Santos teve no Engenhão, contra o Botafogo, uma atuação pífia. A equipe branca permaneceu 90 minutos sem se defender com eficiência e atacar com qualidade. É inadmissível uma equipe com jogadores como Rodrigo Souto, Paulo Henrique, Molina e Mádson, que sabem tratar a bola muito bem, fique uma partida inteira sem organizar uma única boa jogada. Para não dizerem que estou exagerando, na verdade um bom contra-ataque foi armado e finalizado com perigo por Kléber Pereira. Além da apatia ofensiva mostrada, uma pixotada daquelas, do zagueiro Fabão, entregou de bandeja um gol para o Botafogo. Pelos jogos que assisti do Santos este ano, sei que esta foi apenas uma ruim atuação que não deve se repetir por muitas vezes, porém também não pode deixar de ser criticada.

- Se o torcedor flamenguista achava que a atuação defensiva da equipe na partida contra o Sport era o pior que o Flamengo poderia apresentar, se enganou. Contra o Coritiba o setor defensivo rubro-negro teve uma atuação vergonhosa. Desde o goleiro Bruno, que em minha opinião fez sua pior partida pelo Flamengo, falhando bisonhamente em 3 gols, passando pelos zagueiros e laterais, o Flamengo foi de dar pena. O gol contra marcado por Welinton foi daqueles de passar em programas humorísticos e a agressão de Aírton no atacante Ariel justifica uma punição rigorosa não só do STJD, mas da própria diretoria rubro-negra. Está mais do que na hora de avisarem ao Aírton que um jogador vigoroso e imponente, não precisa ser violento e covarde. Novamente Ronaldo Angelim teve uma atuação longe do seu padrão, apesar de não ter sido o desastre que foi na partida contra o Sport e o drible que Juan levou do Rodrigo Haffner no lance do primeiro gol do Coritiba foi humilhante. É, realmente o capitão Fábio Luciano faz muita falta ao Flamengo.

- Adriano é daqueles jogadores que dependem dos seus companheiros para ter uma boa atuação. Em uma partida do Flamengo onde Juan e Íbson não estão inspirados, como foi neste duelo contra o Coritiba, será grande a chance de Adriano não jogar bem. Este fato, porém, não justifica a falta de participação de Adriano na partida. O centroavante rubro-negro deve se conscientizar rapidamente de que é um dos líderes técnicos da equipe e não pode ter uma atuação apática com teve. O fato de ficar impedido por várias vezes e não conseguir dar uma finalização certa no gol adversário, mostra como, mesmo sendo dependente de seus companheiros, Adriano também é culpado pela péssima atuação ofensiva do Flamengo. Alguns podem achar que estou sendo exagerado em criticar o Adriano já em sua terceira partida, porém sempre criticamos aqueles de quem mais esperamos, certo?

- Cruzeiro e Palmeiras são dois candidatos ao título do Brasileirão 2009. Como citei anteriormente, em campeonatos de pontos corridos todas as rodadas possuem o mesmo peso. O que leva então, o Cruzeiro deixar seus principais jogadores de fora de um duelo que pode definir o título ou uma vaga na Libertadores? Será que o treinador cruzeirense Adílson Batista esqueceu como foi apertada a briga pela vaga no torneio continental no ano passado? Será que realmente era necessário poupar tantos jogadores e colocar muitos jovens em campo? Com um time completamente desentrosado, tanto defensivamente quanto ofensivamente, o Cruzeiro foi presa fácil para o Palmeiras, mesmo que a vitória alvi-verde tenha sido de virada.

JOGADA RÁPIDA!

- Com um verdadeiro show do centroavante Edivaldo, o Duque de Caxias venceu o América-RN por 4 a 1 e segue na briga para chegar à elite do futebol brasileiro. O veterano centroavante, e agora artilheiro da Série B, marcou nada menos do que todos os gols do time de Caxias na partida e alcançou a marca de 8 gols no campeonato. O próximo adversário do Duque de Caxias é o Vasco, que já sabe muito bem quem merece atenção especial.

2 comentários:

  1. Luiz Felipe-Dominantes15 de junho de 2009 16:12

    É Diano a situação do Flamengo está complicada.é cada vez mais evidente a batalha de egos dentro do clube.Cuca em um ato de insanidade volta a escalar o mesmo ineficaz sisitema defensivo da partida contra o esporte, com o "fantastico" Wellinton,o "agressor" Airton e o "desnorteado" Angelin.E para piorar ele escala Everton na ala e Juan no meio campo.Quando olhei escalação fiquei imaginando onde estariam Jonatas,Fierro,Zé Roberto e Eric Flores.Mas a culpa não é só do teinador os jogadores tabém tem parcela gigantesca de culpa.
    Só sei que algo tem mudar porque se não mudar vai piorar muito mais

    ResponderExcluir
  2. FABIANO DE ALENCAR DA CONCEIÇÃO17 de junho de 2009 12:16

    Diano velho de guerra!

    Essa zaga do Flamengo tá de brincadeira depois da saída do Fabio Luciano a defesa está falhando muito e você esqueceu de mencionar as falhas bisonhas do goleiro Bruno que na minha opinião deve esquentar o banquinho.

    Sobre a Série B você falou que o Guarani vai brigar com o Vasco para subir a Série A discordo, pois o time do Guarani é fraquíssimo e vem ganhando apertado dos adversários sempre no último minuto. Na minha opinião os times que vão brigar com o Vasco são Brasiliense, Portuguesa, Figueirense, Bahia e Atlético-GO.

    ResponderExcluir