segunda-feira, 31 de agosto de 2009

E NO VELHO CONTINENTE...

Milan 0 x 4 Internazionale – 2ª rodada do Campeonato Italiano

Show de bola! Simplesmente espetacular a atuação da Inter na goleada de 4 a 0 sobre o Milan. Parecendo enfrentar uma equipe amadora, a Inter só não foi absurdamente superior durante os primeiros 15 minutos de jogo. Além de uma eficiência impressionante, a equipe interista mostrou um futebol de rara beleza. Os gols dos brasileiros Tiago Motta e Maicon foram marcados após lindas trocas de passes, o pênalti sofrido por Eto´o em um rápido e mortal contra-ataque e o gol que fechou o caixão, em uma bomba de fora da área de Stankovic. Uma atuação completa. Até o holandês Sneijder, que chegou ao time na semana do jogo, parecia conhecer seus comapanheiros a uma longa data. Apesar de toda a equipe ter atuado em um alto nível, gostaria de destacar dois jogadores da Inter. No sistema defensivo, o zagueirão brasileiro Lúcio não perdeu uma jogada sequer. Foi uma verdadeira muralha. Pela sua habitual garra e espírito de liderança, acredito que em pouco tempo ele se tornará um grande ídolo da torcida interista. No ataque, me encheu os olhos a atuação do atacante Milito. Nos dois gols marcados após trocas de passes, que citei anteriormente, foi o argentino quem se encarregou de dar o toque final, deixando seus companheiros de frente pro crime. O pênalti convertido por ele foi apenas mais um ponto de sua excelente atuação. O que falar sobre a apresentação do Milan? Bom, deu pena.

Manchester 2 x 1 Arsenal – 4ª rodada do Campeonato Inglês

O Arsenal quase conseguiu a façanha de bater o Manchester em pleno Old Trafford. Um golaço do russo Arshavin colocou os Gunners na frente do placar e, como o Manchester sentia uma falta absurda de um jogador para organizar as jogadas, a vitória parecia próxima. Em duas falhas, porém, o Manchester conseguiu virar a partida. Primeiro o sistema defensivo deixou um buraco gigante por onde Rooney avançou e sofreu pênalti, convertido por ele mesmo. Cinco minutos depois, após cobrança de falta do sumido Ryan Giggs, um lance cômico. Parecendo personagem dos trapalhões, o volante francês Diaby, que vem tendo um bom início de temporada, subiu sozinho e, de cabeça, mandou a pelota contra o próprio patrimônio. Acredito que o treinador Alex Fergusson deveria pensar em uma nova maneira de armar sua equipe, pois o português Cristiano Ronaldo é um jogador insubstituível. O também português Nani e o equatoriano Valencia, que Fergusson acredita poderem fazer o mesmo papel de Ronaldo, não possuem qualidade técnica e maturidade para dificílima tarefa. No momento, Fergusson poderia dar uma passo atrás para, logo em seguida, dar dois adiante. Montar uma equipe com padrão tático simples, o lendário 4-4-2 inglês, poderia fazer o Manchester render mais e Rooney, disparado o jogador mais diferente do elenco, ficar menos ilhado no ataque.

4 comentários:

  1. Foram dois grandes clássicos, mas destaco o italiano.

    Leonardo como técnico, de fato, não está dando mais. É melhor jogar a toalha pra não manchar o nome que ele conquistou como dirigente e jogador do Milan.

    Visite também o Rio Futebol, se puder!
    Grande abraço,

    Leonardo Resende
    Rio Futebol
    http://riofutebol.blogspot.com
    adm.riofutebol@gmail.com

    ResponderExcluir
  2. Acredito muito na Inter, para mim na Itália é o melhor time.


    Abraço!!


    http://ofuteboleoscariocas.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. O Milan levou uma humilhação muito grande.

    ResponderExcluir
  4. Olá Amigo

    Gostei da sua post ficou ótima.
    Parabéns!!

    Visita lá o meu blog :

    jlntudosobrefutebol.blogspot.com/

    Obrigado!

    Edu Dracena poderá ir para o Santos FC , mais detalhes entre no blog : jlntudosobrefutebol.blogspot.com/

    ResponderExcluir